SUGESTÃO DE PAUTA | EXPEDIENTE 14 de Julho de 2024


Cotidiano Segunda-feira, 29 de Julho de 2019, 09:01 - A | A

29 de Julho de 2019, 09h:01 - A | A

Cotidiano / FISCALIZAÇÃO

Sema realiza operação no Norte de MT contra pesca predatória

A operação ocorreu entre os dias 4 e 17 de julho em Sorriso



Trinta redes de pesca, 10 espinhéis e 297 anzóis de galho foram apreendidos durante operação contra a pesca predatória no Norte de Mato Grosso pela equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental.

 

Durante a ação também foi resgatado uma arara-vermelha e apreendidos 147 kg de pescado irregular, quatro armas de fogo, oito munições, objetos para carregar cartuchos de espingarda, uma faca, duas cevas mecânicas, um barco e um motor de popa.

 
 

 

A operação ocorreu entre os dias 4 e 17 de julho em Sorriso, Paranaíta, Colíder, Nova Canaã do Norte, Tabaporã e Porto dos Gaúchos.  Entre os pescados apreendidos estão espécies de pacu, cachara, piau, matrinxã e barbado.

 

Cinco pessoas receberam multa no valor de R$ 29 mil e foram encaminhadas para a delegacia para que sejam feitos os encaminhamentos na esfera criminal.

 

Os peixes foram entregues à delegacia de Polícia Judiciária Civil de Porto dos Gaúchos, que ficou responsável pela doação das espécies.   

 

Regras da pesca

 

Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009, que estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso. As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

Denúncias

 

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838/ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

 

 
 


Comente esta notícia


65 98119-2325

[email protected]

icon facebook icon twitter icon instagram