SUGESTÃO DE PAUTA | EXPEDIENTE 14 de Junho de 2024


Entretenimento Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 22:41 - A | A

13 de Dezembro de 2023, 22h:41 - A | A

Entretenimento / Famosos

Ana Castela enfrenta processo de R$ 200 mil por suposto plágio em “Solteiro Forçado”

Sucesso nacional, “Solteiro Forçado” pode sumir dos shows de Ana Castela após um processo judicial movido por outro cantor sertanejo. Entenda!

Movimento Country
CUIABÁ MAIS
www.movimentocountry.com



Ana Castela, a cantora sertaneja mais ouvida de 2023, encontra-se em meio a um turbulento processo judicial. Acusada de plagiar a canção “Lado Direito da Cama” de Luan Kaique Vieira Castelan em seu hit “Solteiro Forçado“, o caso apresenta uma chocante denúncia que tem chamado a atenção do público.

 

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, o cantor sertanejo Luan Kaique Vieira Castelan, que é compositor desde jovem, afirma que “Solteiro Forçado”, sucesso nacional de Ana Castela nas plataformas de streamings, apresenta semelhanças marcantes com sua música “Lado Direito da Cama”, registrada em 2019.

Castelan sustenta que as coincidências vão além das melodias, incluindo similaridades nos arranjos e até nos elementos visuais dos videoclipes de ambas as músicas, fortalecendo sua alegação de cópia deliberada, ou seja, plágio.

 

O processo já tem repercutido significativamente na trajetória de Ana Castela. Com mais de 130 milhões de visualizações no clipe de “Solteiro Forçado”, o caso atraiu grande atenção pública. Luan Kaique exige, judicialmente, a retenção de receitas geradas pela música em plataformas de áudio e vídeo, como Apple Music, Spotify, YouTube e Amazon Music.

Além disso, o cantor sertanejo busca uma ordem judicial para impedir Ana Castela de apresentar a canção em shows, medida que, se aprovada, poderá ter um impacto profundo na carreira e imagem pública da cantora, já que este é um dos seus maiores hits até então.

O processo envolve pedidos de danos morais, estipulados em R$ 200 mil, além de uma quantia indeterminada em danos materiais, baseada nas receitas geradas pela música. A natureza do pedido de “trânsito em julgado” é particularmente notável, pois busca uma decisão judicial definitiva, sem possibilidade de recursos adicionais, o que pode ter um efeito duradouro nas carreiras de ambos os envolvidos.

 

Ouça “Lado Direito da Cama”, de Kaique Vieira, e compare com a música de Ana Castela:



Comente esta notícia


65 98119-2325

[email protected]

icon facebook icon twitter icon instagram