SUGESTÃO DE PAUTA | EXPEDIENTE 14 de Julho de 2024


Opinião Sexta-feira, 26 de Abril de 2024, 06:17 - A | A

26 de Abril de 2024, 06h:17 - A | A

Opinião / LÍCIO MALHEIROS

Cultura para poucos

Professor Licio Antonio Malheiros

Professor Licio Antonio Malheiros
CUIABÁ MAIS
[email protected]



Um povo sem cultura é um povo sem vida, pois a cultura representa o patrimônio social de um grupo sendo a soma de padrões dos comportamentos humanos.

Segundo David McClelland, “O homem é caracterizado por um duplo padrão de comportamento, que pode ser cooperativo ou competitivo, e os seus objetivos são mutáveis e complexos”.

Quando falamos em cooperativo ou competitivo, o governo LuizInácio Lula da Silva (PT) é oconcur nesse quesito, principalmente na criação de ministérios, pois no seu governo foram criados apenas 37 ministérios.

Dentre as pastas mais relevantes, duas sobressaem, Ministério da Educação Camilo Santana, que norteia o conhecimento cognitivo dos cidadãos, de suma importância para população brasileira.

Somos, um país com 11 milhões de brasileiros que não sabem ler e nem escrever.

O governo Lula (PT) tem visão altruísta voltada com veemência para o Ministério da Cultura, tendo como Ministra a cantora Margareth Menezes, grande cantora, porém com limitações acentuadas na condução da pasta.

Explico, em um vídeo publicado pela Presidência da Repúblicana pessoa do senhor Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no qual, ele brada orgulhosamente “Irei destinar para ‘Cultura’, R$ 15 bilhões não vai ter nenhum artista reclamando, é a maior quantidade de dinheiro na história da Cultura deste país; ouso dizer, que em alguns dias não terá nenhum artista reclamando”.

Claro que não né, principalmente os cantores, atores famosos milionários, e por aí vai.

Para justificar essa benesse, ele usou as leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo, duas propostas de incentivo à Cultura no país, ambas têm como objetivo o auxílio financeiro a artistas e produtores culturais, porém esse montante é aviltante e imoral.

Paradoxalmente, a educação que é a mola mestra do crescimento econômico e social de um país, está em frangalhos, universidades sucateadas, existindo 24 instituições paralisadas e outras 11 com indicativo de greve; isso, não é divulgado na imprensa televisiva do Brasil.

Ainda, com relação a educação, o governo Lula (PT), aumentou 8% na dotação orçamentaria para a Educação; elevando de 99,9 bilhões em 2023, para R$ 108,3 bilhõeseste ano.

Pena, que a generosidade e benevolência do presidente Lula(PT), não tenha sido na mesma proporção para o reajuste do piso salarial nacional dos professores da educação básica.

Conforme o documento publicado no Diário Oficial da União, o novo piso salarial vai ser de R$ 4.580,57, teve um crescimento percentual de 3,62%, do piso anterior que era de R$ 4.420,55; esse aumento ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Agora, vem a chiadeira a lamentação o burburinho, porém deforma quase que silenciosa, engolindo literalmente o choro, por se tratar do governo da maioria dos profissionais da educação.

Estes escolheram o governo que aí está, haja pano para passar agora, na tentativa de explicar o inexplicável.

Prefiro ser redundante do que omisso, Universidades sucateadas, existindo 24 instituições paralisadas e outras 11 com indicativo de greve; isso, não é divulgado pela imprensa televisiva do Brasil, por se tratar do governo do ‘Amor’.

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo



Comente esta notícia


65 98119-2325

[email protected]

icon facebook icon twitter icon instagram