SUGESTÃO DE PAUTA | EXPEDIENTE 22 de Julho de 2024


Política Quinta-feira, 01 de Agosto de 2019, 13:34 - A | A

01 de Agosto de 2019, 13h:34 - A | A

Política / MOVIMENTAÇÃO POLÍTICA

“Botelho me quer candidato; DEM está completamente dividido”

Prefeito de Cuiabá afirmou que se reuniu com o presidente da Assembleia para tratar do tema



O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que se reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) e ele o teria incentivado a sair candidato à reeleição, em outubro do próximo ano.

 

Mesmo sem admitir publicamente que deve encarar uma nova disputa, o prefeito sempre faz questão de demonstrar sua proximidade com os principais líderes do DEM no Estado.

 

 

“O Botelho acha que devo ser candidato, acha que devo dar sequência ao trabalho, ao ritmo que estamos implementando em Cuiabá. Ele nota nosso esforço para que as relações da gestão pública municipal sejam mais humanizadas, mais próximas da população. Foi isso que ele falou e me deixou muito feliz”, disse Emanuel.

 

“Estamos sempre juntos, sempre nos encontrando. Mas não foi nada institucional, foi uma conversa informal. Ele elogiando a gestão e entramos no assunto político também. Ele disse que devo ser candidato à reeleição com apoio do próprio DEM. Foi uma opinião dele, que ele já externou publicamente, só estou falando porque anteontem ele reiterou isso para mim”, acrescentou o prefeito.

O Botelho acha que devo ser candidato, acha que devo dar sequência ao trabalho, ao ritmo que estamos implementando em Cuiabá

 

As declarações foram dadas na manhã desta quinta-feira (1º), durante abertura do Mutirão de Conciliação Fiscal do Município.

 

“Fabio Garcia terá trabalho”

 

Na oportunidade, o prefeito também voltou a comentar recentes declarações do presidente do DEM, ex-deputado federal Fabio Garcia, que disse defender “um novo projeto para Cuiabá” que não passa pela reeleição de Emanuel.

 

Questionado se vê uma tentativa por parte de Garcia no sentido de afastá-lo dos democratas, o prefeito ironizou: “Só posso dizer que ele vai ter muito trabalho, porque é a vontade pessoal das bases do partido dele. As forças políticas querem [a reeleição], as forças partidárias querem, então para mim é uma honra isso. Agora, ele vai ter trabalho”.

 

Ainda segundo Emanuel, há uma divisão entre os membros do DEM.

 

Nos bastidores as informações são de que, além de Fabio Garcia, o próprio governador Mauro Mendes estaria articulando para lançar um candidato e não apoiar o eventual projeto de reeleição do atual prefeito.

 

“Eu faço tudo com muito amor, muita paixão e todas as forças partidárias que querem o melhor para Cuiabá estão vendo isso. E o DEM não é diferente, não é porque o governador está lá e possa fazer uma oposição ... O DEM já está claramente dividido e eu fico orgulhoso com isso”, disse Emanuel.

 

“Tem outros partidos que querem, vocês nem imaginam, nem passa pela cabeça de vocês, outras forças partidárias que querem nos apoiar e querem que eu saia à reeleição. Eu fico orgulhoso, mas eu não quero discutir esse assunto esse ano, eu nem decidi que vou ser candidato ainda”, desconversou o prefeito.



Comente esta notícia


65 98119-2325

[email protected]

icon facebook icon twitter icon instagram