SUGESTÃO DE PAUTA | EXPEDIENTE 25 de Julho de 2024


Esporte Segunda-feira, 08 de Abril de 2024, 05:21 - A | A

08 de Abril de 2024, 05h:21 - A | A

Esporte / POLÊMICA

Troca de conversas revela esquema de Dudu, do Palmeiras, contra ex-companheira

VEJA PRINTS

TERRA BRASIL NOTÍCIAS
CUIABÁ MAIS
terrabrasilnoticias.com



Em uma reportagem, o g1 obteve mensagens trocadas entre colaboradores do atleta de futebol Dudu, do Palmeiras, indicando um plano para prevenir a divisão de propriedades entre ele e sua ex-parceira, Mallu Ohana. Conforme a reportagem descobriu, ela teria assinado um documento sobre os bens sem estar ciente do que se tratava. A divisão de bens do casal foi determinada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).

De acordo com o que o g1 apurou junto a pessoas próximas ao casal, Mallu teria assinado as escrituras públicas de declaração de união estável e pacto antenupcial, que estipulam um regime de separação total de bens [no qual ela não teria direito à divisão de patrimônio].

Os documentos, relacionados ao tema, teriam sido inseridos entre outros papéis, por isso, a mulher desconhecia o conteúdo. A assinatura teria acontecido no Centro de Treinamento (CT) do Palmeiras em janeiro de 2019.

Naquele momento, o jogador ainda estava com a companheira, mas considerava a separação. Como estava sendo sondado por equipes da China, utilizou este motivo para solicitar a assinatura de documentos por Mallu. Segundo a reportagem, Dudu contou com a ajuda do consultor financeiro Antônio Calil.

Prints

Uma conversa entre Calil e o ex-agente de Dudu, Thiago Donda, revela a preocupação do consultor financeiro. Ele instrui o agente a pedir para Dudu apagar a mensagem que enviou questionando se Mallu teria direito aos bens após assinar “aquele papel” (confira abaixo).

Conversas em dezembro de 2019 mostram preocupação de Dudu com partilha de bens — Foto: g1 Santos

O g1 descobriu que os documentos teriam sido autenticados na presença de uma tabeliã, que supostamente recebeu pagamento para oficializar as escrituras públicas. Uma conversa obtida pelo g1 revela a suposta negociação entre a mulher e Calil, onde ela menciona camisas [que seriam do Palmeiras].

Adicionalmente, um conjunto de colaboradores de Dudu celebra o plano arquitetado pelo consultor financeiro (veja abaixo).

Conversas falam sobre suposto documento assinado por Mallu Ohana — Foto: g1 Santos

Processo

Os documentos que estabelecem um regime de separação total de bens foram submetidos à Justiça pelos advogados de Dudu. No entanto, durante o processo, que está sob sigilo judicial, Mallu alegou que nunca assinou tais documentos.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu que Dudu deve dividir o patrimônio adquirido entre 2009 e 2019 com Mallu, sua ex-parceira, pois o acordo pré-nupcial não tem efeito retroativo. Portanto, não seria aplicável ao período anterior à sua assinatura em janeiro de 2019, em relação ao regime de bens.

Como resultado, foi estabelecida uma divisão parcial dos bens acumulados pelo casal durante o relacionamento.

Ex-esposa

Os advogados de Mallu, Marcus Vinicius Rosa e Alessandra D. Matallo, informaram ao g1 que o caso está sob sigilo judicial. No entanto, expressaram surpresa ao saber da possível indução ao erro nas escrituras. Apesar disso, os advogados disseram que sempre houve suspeitas sobre o caso, pois Mallu negava ter assinado os documentos.

Defesa de Mallu é formada pelos advogados Marcus Vinicius Rosa e Alessandra D. Matallo. — Foto: Arquivo Pessoal

Com informações do G1



Comente esta notícia


65 98119-2325

[email protected]

icon facebook icon twitter icon instagram